Transformar a fome de hoje na vitória de muitos

                                                           

Nos momentos em que os inimigos do povo avançam contra o direito básico de viver e de lutar, quando tentam avançar com o ódio sobre a consciência das massas trabalhadoras, quando usam o conjunto do aparelho de Estado contra nós, o exemplo pedagógico e a coragem das lutadoras e dos lutadores do povo tornam-se ainda mais importantes para minar a tática do inimigo e dialogar com o conjunto do povo brasileiro.

As companheiras e os companheiros do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) estão em greve de fome, desde o dia 5 de dezembro, em corajoso protesto contra a criminosa reforma da previdência com que o ilegítimo governo Temer tenta mais uma vez golpear os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil.

Os companheiros Frei Sergio Görgen (RS), Josi Costa (PI) e Leila Denise (RO), camponeses, representam o conjunto dos que moram e trabalham no campo e cuja histórica luta por acesso à aposentadoria digna, tal qual qualquer trabalhador, agora se vê ameaçada pelos que assaltando sistematicamente o Estado, sentem-se no direito de acabar com o básico para a sobrevivência do povo.

Trabalhadores do campo e da cidade serão atingidos, trabalhadoras verão retroceder sua também histórica conquista ao menor tempo de contribuição, que reconhece a condição da dupla jornada, licença-maternidade, benefícios de assistência, avanços conquistados com luta e que, nos últimos anos, foram universalizados, encontram-se na linha de tiro da ganância golpista e neoliberal.

Nós, da Consulta Popular, manifestamos nossa solidariedade e apoio para com as companheiras e companheiros do MPA, em greve de fome, e estaremos em luta, ocupando as ruas, junto com o conjunto da classe trabalhadora, no campo e na cidade, resistindo e denunciando esta vergonhosa reforma da previdência social.

Nossos direitos não estão à venda, não aceitaremos nenhum retrocesso!

Pátria Livre! Venceremos!
Consulta Popular
08 de Dezembro de 2017